quarta-feira, 4 de março de 2015

Cinquenta tons de cinza

O filme "Cinquenta tons de cinza" foi muito criticado e tais críticas se deram porque
tocam na ferida mais profunda da maioria dos homens e mulheres. 
Feridas que todos querem e procuram tentar esquecer, 
mas que poucos se dão conta de que para curar é preciso entender. 

CURIOSIDADE QUE LEVA A UMA REFLEXÃO MAIS APROFUNDADA: 
O título do filme em inglês é "Fifty Shades of Grey". Grey pode ser traduzido como cinza. 
Mas atentem que o nome do personagem principal é Grey. Só por isso, já é possível refletirmos sob uma outra perspectiva, de que o personagem tem muitas facetas (50 para ser mais exata e remeter ao tíltulo do filme/livro) e como cada uma delas pode atuar. 

Numa visão terapêutica, é interessante ressaltar que esse tipo de filme 
- bem como os motivos comportamentais de cada personagem - 
merece uma análise profunda com considerações,
 inclusive sobre a psicologia e a dinâmica familiar.


Nenhum comentário: