sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Pesquisa Científica: Oncologia e Florais

A DOR ONCOLÓGICA E OS FLORAIS DE BACH

Segundo Trabalho apresentado na modalidade poster conforme as regras do evento no 11º Congresso de Psico-Oncologia e IV Encontro Internacional de Cuidados Paliativos em Oncologiarealizado de 23 a 25 desetembro de 2010 no Rio de Janeiro.

Pesquisadora: Rosangela Vecchi Bittar
Especialista em Terapia Floral pela Universidade Federal de Pernambuco


UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - HOSPITAL DAS CLÍNICAS 
A TERAPIA FLORAL NO CUIDADO PALIATIVO A PACIENTES ONCOLÓGICOS NO SUS.

CUIDANDO DO DESEQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA ALÍVIO DA DOR NA PERPECTIVA DO USO DAS ESSÊNCIAS FLORAIS DE BACH.


INTRODUÇÃO E OBJETIVOS


A dor oncológica é um dos grandes incômodos relatados por pacientes que se encontram em Cuidados Paliativos, muitas vezes a morfina de 4 em 4 h, aliada a outras prescrições não dão fim sensação dolosa que os pacientes narram ao longo do tratamento paliativo. Inegavelmente o componente emocional agrava e estimula a percepção da dor, vários estudos já constaram isto. 

Nas situações capazes de agravar a percepção dolorosa são citados: o desconforto, a insônia, o cansaço, a ansiedade, o medo, tristeza, raiva, depressão, aborrecimento, isolamento e abandono social. 

No tratamento da dor é importantíssimo utilizar medicamentos coadjuvantes aos analgésicos. A Terapia com Essências Florais através da anamnese, escuta das queixas do paciente, de sua história de vida, com atenção amorosa e a prescrição das essências mais indicadas para cada caso, se insere como alternativa complementar ao tratamento convencional. Seu uso via gotas sublinguais facilita o tratamento. 

O objetivo foi a investigação sobre a eficácia do uso das Essências Florais do Sistema Bach no tratamento do quadro emocional que alimenta o ciclo doloso.

MATERIAIS/ MÉTODOS:

Trata-se de estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativo de casos clínicos atendidos no período de três meses realizado no Ambulatório de Oncologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, realizado de novembro de 2008 a dezembro de 2009 com 20 sujeitos adultos maduros em cuidado paliativo, atendidos voluntariamente e que aceitaram participar da pesquisa conforme Termo de Consentimento Livre Esclarecido Resolução 196/1996 do Conselho Nacional de Saúde. 

Após atendimento receberam vidro contendo prescrição individualizada das essências florais do Sistema Floral de Bach.

RESULTADOS/CONCLUSÃO: 

Observamos ao iniciar o tratamento, relatos de impaciência e irritação, medo, ansiedade, desespero, depressão, problemas com o sono e conflitos familiares, a dor emocional, comum a tais pacientes, durante o tratamento é substituída por relatos de tranqüilidade, paz interior, expressões de face suavizadas, passando a dormir melhor e até mesmo apresentando disposição para passear. Constatamos que os pacientes alteraram a periodicidade do uso da morfina para espaço de 12 em 12 h.
Concluindo, a Terapia Floral mostrou-se eficaz no tratamento dos estados emocionais e conseqüente sintoma dor daqueles pacientes acompanhados com o uso das essências florais, proporcionado alívio e conforto ao paciente oncológico. 
As essências florais de Bach mais utilizadas foram: Crab Apple (Malus pumila), Impatiens (Impatiens royalei), Gorse (Ulex europaeus), Holly (Ilex aquifolium), Rock Rose (Helianthemum nummularium), Star of Bethlehem (Ornithogalum umbellatum), White Chestnut (Aesculus hippocastanum), Vervain (Verbena officinalis).


FICA PROIBIDO A REPRODUÇÃO DESTE TRABALHO SEM A AUTORIZAÇÃO DA AUTORA. ESTE TRABALHO É ORIGINAL RESULTADO DE PESQUISA CIENTÍFICA REGISTRADA NO MINISTÉRIO DA SAÚDE E AUTORIZADA PELO RESPECTIVO CÔMITE DE ÉTICA POIS TRATA-SE DE PESQUISA QUALITATIVA ENVOLVENDO SERES HUMANOS PROJETO CONEP CAAE 0280.0.172.000-08, SISNEP FR 221286 REGISTRO E CEP/CCS/UFPE 289/08.


Fonte: http://terapiafloralqualidadedevida.blogspot.com.br

Nenhum comentário: