segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Sincronicidade floral: qual a flor que está sempre perto de você?


Sincronicidade é o termo denominado por Carl Gustav Jung para sua teoria de que tudo no universo está interligado por vibração (energia), e que as duas dimensões (física e não física) estão em sintonia. A sincronicidade vai de encontro à teoria da relatividade de Albert Einstein, e é definida como uma coincidência significativa entre eventos psíquicos e físicos. As duas coisas ocorrem aproximadamente ao mesmo tempo e a ligação entre elas não é causal.

Os fenômenos sincrônícos manifestam-se com maior freqüência quando a psique está funcionando no nível menos consciente (estado de ondas alfa), como em sonhos e meditações, ou seja, quando não se está no controle (saturno). A idéia de tempo e espaço não faz parte dos eventos sincrônicos, por isso eles fazem parte da física quântica. Estão relacionados àquilo que “escapa”, que foge das leis materiais de lógicas e explicações. Faz parte do sentir. Por exemplo quando temos um insight,uma idéia genial, uma luz (urano) estamos no campo das sincronicidades. Assim Jung nos diz que a sincronicidade parece depender consideravelmente da presença da afetividade, ou seja, da sensibilidade emocional.

Jung também propõe que os arquétipos também servem como ligações diretas entre a psique e o mundo físico. Parece ligá-lo a "operadores" que organizam as sincronicidades. Prova disto é o próprio mapa astral da pessoa onde os chamados trânsitos (arquétipos psíquicos em movimento no mapa da pessoa) sempre coincidem com algum fenômeno externo. Fico encantada com a perfeição dos arquétipos.

Esta visão arquetipica de sincronismo nos leva a crer que o universo nos providência daquilo que precisamos, nosso padrão de energia atraíria padrões sincrônicos semelhantes no ambiente.Partindo desse pressuposto lhe convido a observar que em seu jardim, no seu quintal,no vasinho de flores do seu escritório, por aquele caminho que você passa todos os dias para ir ao trabalho pode estar a flor que você precisa.
A energia daquela flor estará em ressonância com o que você precisa no momento.
Por exemplo: onde nasce muito mimulus/mimosa pode ter pessoas com medo, onde tenha muito phyllanthus (quebra-pedra) podem ter pessoas muito rígidas, muitas impatiens pessoas muito impacientes...e assim por diante.

Tem alguma em especial, aí perto de você que lhe chama atenção?
Estejam atentos às sincronicidades florais!!!

Jaqueline Matos
Terapeuta floral
www.floraisonline.net

Nenhum comentário: