quarta-feira, 10 de março de 2010

O que é TDAH / TDAHI ?


O TDAH ou TDAHI (Transtorno do Défict de Atenção/Hiperatividade), também conhecido como DDA (Distúrbio de Défict de Aprendizado) é um dos transtornos bastante estudados pela medicina. O distúrbio pode ou não ser acompanhado de hiperatividade. De acordo com inúmeras pesquisas realizadas no mundo todo, enfatiza-se a existência de alterações bioquímicas no sistema nervoso.
Calcula-se que um terço da população sofra desse mal, em maior ou menor grau.

O TDAH pode aparecer em crianças, adolescentes e até mesmo em adultos.

Em crianças: o impacto maior recai na vida escolar e familiar. Em casa, mostram-se desafiadoras e acabam gerando muitos conflitos e estresse. A dificuldade em seguir regras origina problema com os pais, que têm dificuldade para conseguir adequá-las ao que é esperado delas. São impulsivas, não têm o hábito de refletir antes de tomar atitudes. Primeiro agem, depois pensam no que fez. São inteligentes, espertas e criativas, mas apresentam baixo rendimento escolar, devido à falta de atenção e concentração.
Distraídas, desligadas, parecem que estão no "mundo da lua", mas percebem todos os estímulos ao redor.

Os pais devem entender as dificuldades da criança, lembrando que o portador não tem uma boa crítica sobre seu próprio comportamento e o impacto dele nos outros. É fundamental que descubram as atitudes necessárias para diminuir o impacto do TDAH.
Os pais também devem conhecer os seus limites para que, quando não estiverem em condições de administrar suas emoções, afastarem-se.

Em adolescentes: Tratando-se de adolescentes, além dos desafios próprios do TDAH, podem aparecer questões ligadas ao interesse pelo sexo, ampliação das amizades e interesses. Os comportamentos mais freqüentes nessa fase são em relação aos desafios às regras da família e maior intensidade emocional, entre outros.

Em adultos: No caso do TDAH adulto, as queixas mais comuns estão relacionadas ao impacto que os padrões de comportamento comuns – impulsividade, baixa tolerância à frustração, agressividade, variações súbitas de humor, desorganização, rigidez, inflexibilidade, dificuldade em encontrar satisfação e poucas habilidades de relacionamento interpessoal.

ALGUMAS DICAS PARA LIDAR COM PESSOAS COM TDAH:
- Evite rotular o comportamento;
- Organize uma agenda;
- Estabeleça regras para o lar;
- Seja firme e positivo;
- Seja consistente;
- Coloque limites claros;
- Preste atenção nas companhias da criança;
- Ajude-a nas tarefas escolares;
- Disponha de tempo para ouvir seu filho;
- Procure encorajar e apoiar seus interesses;
- Recompense-o com elogios;
- Aceite-o pelo que ele é;
- Ajude-o a corrigir os seus erros, mas não o censure;
- Leia histórias agradáveis;
- Abasteça-o com brinquedos, jogos e atividades motoras;
- Dê a ele tarefas razoáveis;
- Trabalhe com ela a solidariedade;
- Diga a ele o quanto você se incomoda quando se comporta mal;
- Certifique-se que seu filho seja sempre supervisionado por um adulto;

Observando essas dicas e procurando ajuda médica e terapêutica podemos amenizar muito os conflitos que o hiperativo pode ser vítima, quando não tratado. É bom esclarecer que não existem apenas crianças hiperativas, mas também adultos, que hoje lembram tais características em sua infância. Nunca é tarde para melhorar.

A Terapia Floral pode auxiliar muito no tratamento, principalmente no que diz respeito a melhora de concentração, percepção, compreensão, assimilação, conceitos de tolerância, serenidade, tranqüilidade, paz para a mente e sentimentos, síntese de informações, entre outros.

Nenhum comentário: