quarta-feira, 27 de maio de 2009

Bruxismo


Bruxismo é o hábito de apertar e ranger os dentes, comum em cerca de 15% das pessoas. O bruxismo é uma disfunção e não uma doença. Trata-se de um problema dentário destrutivo e complexo, encontrado em todas as faixas etárias, adquirido inconscientemente, que consiste em raspar as superfícies dos dentes superiores contra os inferiores através de movimentos involuntários que ocorrem normalmente durante o sono, mas podem também ocorrer durante o dia. Quem possui esse hábito pode sofrer distúrbios da articulação mandibular, desgaste dos dentes, além de fortes dores de cabeça. As causas deste problema podem ser desde o fechamento inadequado da boca bem como tensão emocional.

Na maioria dos casos, os distúrbios emocionais (sejam de pouca ou muita intensidade) desencadeiam alguma expressão psicossomática em algum órgão do corpo. Quando o indivíduo possui um bloqueio na obtenção e satisfação de objetivos e necessidades básicas em épocas importantes do desenvolvimento psicológico, o ranger de dentes surge como um mecanismo compensador. Muitos indivíduos são vulneráveis às tensões de longa duração e rangem os dentes para liberar esta tensão. Algumas causas bastante comuns que desencadeiam o bruxismo: stress, tensão emocional, agressão reprimida, ansiedade, raiva, medo, entre outros.

O primeiro passo é reconhecer o problema através de um check-up da boca com o dentista. Pessoas com bruxismo têm um termômetro psicológico na boca e o ideal é que junto com o tratamento recomendado pelo dentista, seja feito um acompanhamento com um terapeuta floral e/ou psicólogo para cuidar da parte emocional. Ao se tratar a causa, garante-se a eficácia da resolução do problema como um todo.

Nenhum comentário: